Menu fechado
Pacote LGPD

ESECS-PJ 2013

O tópico principal deste estudo foi uma pesquisa realizada com dois mil corretores de seguros em todo o Brasil. Algumas conclusões obtidas sobre uma corretora mais comum existente no mercado:

  • 65% da receita da carteira pertencem a corretores pessoas físicas.
  • A carteira de automóvel representa 56% da sua receita. Em seguida vêm os seguros de ramos elementares, com aproximadamente 15% da receita.
  • Mais de 80% das corretoras renovam, no mínimo, 80% da sua carteira anualmente.
  • Têm quatro funcionários (incluindo o corretor), sendo um deles um parente.
  • A grande maioria das corretoras tem uma receita de R$ 150 mil/ano. Na região sudeste, contudo, 8% dessas empresas faturam mais de R$ 1.400 mil/ano.
  • 75% a 80% das corretoras trabalham com até cinco seguradoras.
  • 25% dos sócios têm também outro negócio, além de corretagem de seguros.
  • Atualmente, os três temas mais importantes para as corretoras de seguros são, nesta ordem: riscos declináveis, preços diferenciados e vendas on-line.
  • 85% das corretoras já digitalizam os seus documentos (mesmo de forma parcial).
  • 11% das corretoras têm twitter (mas corretoras maiores usam muito mais) e 43% dessas empresas já utilizam o Facebook.

Relatório Compilado ESECS-PJ 2013