Menu fechado

Artigo: Como lidar com os riscos e responsabilidades com os prestadores de serviços nas empresas

Por Caio Carvalho, Diretor de Riscos Empresariais da MDS Brasil  A Lei nº 13.467, também conhecida como a Reforma Trabalhista, completou dois anos e, desde então, celebra-se tambéma regulamentação das atividades terceirizadas no Brasil. Desde a consolidação da Reforma, que permitiu também a terceirizaçãodas atividades-fim nas empresas, este modelo de contratação de trabalho aumentou consideravelmente. Segundo o levantamentomais recente do IBGE sobre o tema, as contratações terceirizadas já representam 22% dos postos de trabalho formais no país.   Esses números refletem uma tendência global de outsourcing: de acordo com o Information Service Group (ISG), osvalores dos contratos terceirizados naquele mesmo ano em todo o mundo chegavam à marca dos US$ 47,8 bilhões. Outro dado do levantamento que chama a atenção são as áreas mais contratadas: TI e Infraestrutura, o que revela um movimento de terceirização de cargos cada vez mais estratégicas para o desenvolvimento dos negócios.  Para efeitos de seguros empresariais, o terceiro não é uma ilha isolada dentro da operação, mas parte integral dela. Profissionais terceirizados vêm […]

[ Ler a notícia completa ]