Menu fechado
Pacote de Artes para Corretor de Seguros editáveis com Canva

Metaverso impulsionará a atividade do corretor de seguros no Brasil

Um tema que tem sido muito falado e debatido nos últimos anos é o metaverso. Os números surpreendem: segundo a consultoria financeira Grayscale, em 2020, de uma comunidade de 5 mil pessoas, em pouco mais de um ano o número saltou para 50 mil. Mas, afinal, o que é metaverso e como afeta o setor de seguros? O conceito compreende uma nova realidade resultado da integração entre o mundo real e o mundo virtual.

Nesse universo, os usuários podem interagir uns com os outros no trabalho, na escola e na vida social. O objetivo é que saiam do papel de observadores da realidade e façam parte dele. Em 2021, Mark Zuckerberg, fundador de uma das maiores organizações do mundo, o Facebook, anunciou que a rede social passaria a se chamar “Meta”.

O mercado segurador percebeu que se trata de uma revolução digital sem precedentes na história. Um mundo onde diversas tecnologias, como a 3D e inteligência artificial, seriam uma espécie de extensão da internet e o consequente impulsionamento dos negócios. Alguns analistas observam que uma excelente internet, especialmente a 5G, irá propiciar uma melhor conexão com a realidade do metaverso.

Além disso, o corretor precisa estar familiarizado com o blockchain. Do inglês “Encadeamento de Blocos”, é uma ferramenta que estrutura bases de registros e dados distribuídos e compartilhados e possuem a função de criar um índice global para todas as transações que ocorrem na rede, facilitando a transparência e a confiança entre a seguradora e seus parceiros de negócios e clientes. Especialistas consideram essa tecnologia como a maior inovação desde a criação da internet.

O Fetransporte Brasil Conference 2022, que acontece entre 21 e 23 de junho, destinará um painel exclusivo no segundo dia de palestras. “Tecnologia, Tendências e Metaverso – o que esperar do futuro do seguro?” será debatido por um trio de catedráticos no assunto: Thiago Soares, Denise Lima de Oliveira, Felipe Munhoes. Os especialistas mostrarão aos corretores as oportunidades advindas do metaverso.

Além de representar uma quebra de paradigmas para as seguradoras, surge no horizonte uma possibilidade de atuação tecnológica diferenciada para os profissionais. Com o metaverso, novos produtos podem ser concebidos pelas companhias. As insurtechs brasileiras já se preparam para essa nova realidade. E a palavra inovação deve pautar as ações do mercado. O corretor deve estar atento a esse cenário de transformação.

N.F.Revista Apólice
The post Metaverso impulsionará a atividade do corretor de seguros no Brasil appeared first on Revista Apólice.

[ Ler a notícia completa ]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.